Número total de visualizações de página

sábado, 23 de fevereiro de 2013

POR FIM, A EXPOSIÇÃO!

Uma das várias aguarelas que ultimamente estão à venda em Lisboa feitas por Max Römer. É uma aguarela feita em 1927 e tem como novidade, o facto de apresentar temas brasileiros. Confesso ser a primeira vez que tenho conhecimento de este artista pintar temas que não sejam madeirenses, já depois de se encontrar a residir no Funchal. Penso que tenham sido trabalhos solicitados por algum amigo. Na época muitos dos navios de companhias alemães faziam escala no Porto do Funchal, rumo à América do Sul ou no seu regresso a casa ao Porto de Hamburgo.
Por fim... a exposição! Durante vários anos tenho sido um divulgador da obra de Max Römer. Tenho recebido mensagens de vários quadrantes, de pessoas que querem saber mais ou que têm em seu poder trabalhos ou histórias sobre a vida do artista Hanseático. Tem sido uma luta de muitos anos, que se faça de novo uma grande exposição (a última foi nos anos 60' do século passado) em que "apareçam" novos dados, novos trabalhos, novas pesquisas sobre a sua vida e obra. Lancei este blogue como esse propósito, numa altura em que ainda não se falava muito sobre a sua obra. Desvendaram-se novas peças, trocaram-se entre entusiastas opiniões e contrbuiu-se com isso, conhecimentos imprescindíveis para clarificar e deixar para um próximo futuro. Agora, após muitas lutas, avanços e recuos, surge a data da sua inauguração. Dia 15 de Março, a Casa das Mudas - Centro de Artes da Calheta irá inaugurar a grande exposição dedicada a Max Römer. Posteriormente, irei dar mais informações sobre o referido evento!